domingo, 13 de junho de 2010

A Africa na copa



Candidatos
O processo oferecendo a primeira Copa do Mundo FIFA sob a rotação continental (o processo de girar hospedando a Copa a cada confederação por vez) era a Copa do Mundo FIFA de 2010. Será o maior evento ostentado neste continente, que como as Olimpíadas, ainda não tinha sido organizado no continente africano. Assim, candidataram-se a África do Sul, o Marrocos, o Egito e a candidatura binacional Líbia-Tunísia.

Em 15 de maio de 2004, em Zurique, Suíça, a África do Sul derrotou Marrocos por 14 votos a 10. O Egito não recebeu nenhum voto e Líbia e Tunísia retiraram-se em 8 de maio de 2004 depois de oferecerem sua junção, que não foi permitida.

Preparativos
A África do Sul construiu cinco novos estádios de futebol em preparação para a Copa do Mundo FIFA de 2010. Será a primeira vez da história do país que a região terá estádios especialmente dedicados ao futebol. Sob o antigo governo do apartheid, os estádios eram construídos exclusivamente para o rúgbi e o críquete.

A África do Sul tem pouca tradição no futebol, em 2002 participou da Copa da Coreia e Japão no grupo B, sendo eliminada na 1.ª fase da copa num grupo em que participavam as seleções da Espanha, da Eslovênia e do Paraguai, participou também da Copa de 1998, na França.

Uma delegação da FIFA completou uma primeira visita à África do Sul depois que o país foi escolhido como sede da Copa do Mundo de 2010. Os dirigentes disseram em seguida que vários aspectos técnicos e legais foram debatidos antes de os membros da FIFA deixarem o país.

"A FIFA está procurando cumprir todo o processo do país-sede o mais rápido possível e vai montar um escritório na África do Sul no início do ano que vem", disse Danny Jordaan, que encabeça o comitê local.

Um comitê de quatro homens, do qual Jordaan é um dos integrantes, foi composto para acertar a organização local.

Em meados de 2008, em virtude dos atrasos nos preparativos com a possibilidade da África do Sul não terminar a tempo as obras necessárias, especulou-se sobre a troca da sede da Copa. Foram cogitadas a Alemanha[1] que possuía toda a estrutura montada para a Copa do Mundo 2006,além da Espanha e Austrália.

Uma greve foi iniciada pelos operários sul-africanos no dia 8 de julho de 2009. Obras nos estádios, rodovias, ferrovias, aeroportos e hospitais chegaram a ser interrompidas. Os operários pediam algo em torno de 15% de aumento salarial.[2] Os atrasos, que já eram evidentes ficaram mais complicados com a greve. Representantes da organização do torneio chegaram a admitir que o cronograma das obras poderia sofrer alterações.[3]

Mascote

A bola Jabulani




Música Tema
A organização da Copa do Mundo FIFA de futebol escolheu para a edição de 2010 do evento a música remixada "Wavin' Flag" (Bandeira ao Vento, em Português) do cantor somaliano naturalizado canadense K'naan, como música tema oficial. A música faz parte de seu terceiro álbum, Troubadour, sendo extremamente conhecida pelo público, por ser também um dos jingles das propagandas da Coca-Cola, patrocinadora oficial da copa do mundo. A música atualmente já está sendo interpretada em vários idiomas, e o cantor já gravou uma das versões com o artista espanhol David Bisbal. Organizadores do evento incluíram também como outras músicas a ser apresentadas na programação musical do mundial a versão de “Oh África”, do Cantor senegalês Akon, interpretada juntamente com a cantora Keri Hilson, e também a música "Waka Waka" (Esto És Afríca, em espanhol; This is África, em Inglês), que será apresentada na cerimônia de abertura pela cantora colombiana Shakira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário